Seguidores

sábado, 29 de maio de 2010

Estudante furta celular;e em sua casa havia material com apologia à violência

Guarda Municipal detém líder de gangue escolar




A Guarda Municipal de Jundiaí desmantelou uma gangue escolar, conhecida como Pik Monstro, da escola estadual Paulo Mendes, na Vila Progresso, na manhã desta sexta-feira. O estudante M.S., 17 anos, foi detido e encaminhado à cadeia do Anhangabaú e, posteriormente, será levado à Fundação Casa.
A Guarda foi chamada durante o intervalo das aulas para conter um princípio de tumulto, pois os alunos não queriam voltar para as classes. Depois de colocar os estudantes nas salas de aula, um aluno deu por falta do celular. Após uma varredura, o aparelho foi encontrado com M.S. Além do aparelho furtado, em seu celular foram encontradas fotos com apologia às drogas e ao crime.
“Após o interrogatório descobrimos vídeos da gangue na internet”, diz o sub-inspetor Cássio Nicola.
Após um mandado, a Guarda foi até a casa de M., líder da Pik Monstro, e lá encontrou diversos recortes sobre violência. Eles ainda recolheram várias mídias e o computador do menor.
“Ele comanda a escola. Todos têm medo dele”, diz Nicola, que não informou quantos integrantes fazem parte da gangue. “Muitos já apanharam, mas não falam nada, com receio.”
Nicola ressalta que esse cenário é encontrado na maioria das escolas estaduais da cidade. No começo desta semana, duas gangues foram desmontadas pela Guarda na escola Benedita Arruda, na Agapeama.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DUAS AMIGAS

DUAS AMIGAS
A PRIMEIRA FOTO Q CONSEGUI DAS DUAS JUNTAS