Seguidores

sábado, 22 de maio de 2010

A armadilhas da língua.




Você sabe o que é Tautologia?

É o termo usado para definir um dos vícios de linguagem. Consiste na repetição de uma idéia, de maneira viciada, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido. O exemplo clássico é o famoso 'subir para cima' ou o 'descer para baixo'. Mas há outros, como você pode ver na lista a seguir:
- elo de ligação - acabamento final - certeza absoluta - quantia exata - nos dias 8, 9 e 10, inclusive - juntamente com - expressamente proibido - em duas metades iguais - sintomas indicativos - há anos atrás - vereador da cidade - outra alternativa - detalhes minuciosos - a razão é porque - anexo junto à carta - de sua livre escolha - superávit positivo - todos foram unânimes - conviver junto - fato real - encarar de frente - multidão de pessoas - amanhecer o dia - criação nova - retornar de novo - empréstimo temporário - surpresa inesperada - escolha opcional - planejar antecipadamente - abertura inaugural - continua a permanecer - a última versão definitiva - possivelmente poderá ocorrer - comparecer em pessoa - gritar bem alto - propriedade característica - demasiadamente excessivo - a seu critério pessoal - exceder em muito .
Note que todas essas repetições são dispensáveis. Por exemplo, 'surpresa inesperada'. Existe alguma surpresa esperada? É óbvio que não. Devemos evitar o uso das repetições desnecessárias. Fique atento às expressões que utiliza no seu dia-a-dia. Verifique se não está caindo nesta armadilha.

sexta-feira, 21 de maio de 2010


Guarda Municipal está em 15% das cidades
Publicado em 21/05/2010 Pedro de Castro

Criadas para proteger o patrimônio público municipal, as guardas municipais ou guardas civis vêm estendendo sua área de atuação e até assumindo o vazio deixado pela polícia. Em 2009, 15% das cidades brasileiras tinham guardas municipais e 16% delas usavam armas de fogo, de acordo com a Pesquisa de Informações Básicas Municipais, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A criação desses órgãos vem sendo incentivada pelo governo federal e eles podem ser envolvidos no Plano Integrado de Enfren­tamento ao Crack, mas não atuarão como uma nova instituição policial.
De 2006 para cá, o número de cidades com guarda chegou a quase 900, elevando o efetivo para 86 mil em todo o país. Sua presença é mais expressiva nas grandes cidades: nove entre 10 municípios com mais de 500 mil habitantes têm guarda. Quase 40% do efetivo do país está nessas cidades. Em mais da metade desses municípios, os guardas portam armas de fogo. A proporção entre a existência do órgão, seu equipamento e a população da cidade se deve basicamente a dois fatores: maior orçamento e maiores índices de criminalidade.
ultima = 0;

Saiba mais
Veja que a presença de guardas municipais aumentou nos últimos quatro anos
Para o Brasil não ser uma cracolândia
“O gestor público deve levar em conta a percepção de insegurança da população. Mas de que serve criar uma outra polícia armada, com as mesmas mazelas das que já existem?”, questiona a pesquisadora da Universidade Federal Fluminense Gláucia Mouzinho. Ela participou da elaboração do programa de capacitação de guardas no Rio de Janeiro, que subsidiaram as diretrizes do Ministério da Justiça para a formação da categoria. “As guardas são adequadas para tratar de pequenos conflitos – perturbações da ordem, brigas domésticas, de trânsito e entre vizinhos que têm um potencial de acabar em violência. É a maior demanda real da população”, sintetiza.
A criação das guardas é facultada às prefeituras para proteger bens municipais, mas em tese a corporação pode atuar em qualquer situação de flagrante delito. Sua criação é incentivada pelo Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), do Ministério da Justiça. Apesar de não estar prevista no plano de enfrentamento ao crack, o secretário Nacional de Segurança Pública, Luiz Eduardo de Mello Soares, já manifestou a intenção de envolver a categoria na abordagem de usuários da droga. “O consumo da droga está incluído nos conflitos cotidianos. Mas ela [a guarda] não tem condições de lidar com o tráfico e a criminalidade”, ressalva Gláucia.
No entanto, é isso que acaba acontecendo em algumas cidades. É o caso de Araucária, na região metropolitana de Curitiba, onde os 66 guardas equipados com armas de fogo e de eletrochoque atendem em média oito ocorrências policiais por dia e efetuam prisões e apreensões. “As pessoas foram acorrendo à guarda gradualmente, ao verem que atendíamos as ocorrências que a polícia não dava conta. Essa atividade acabou institucionalizada”, pondera o diretor do órgão, Adair Milani.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

a provocação

vejam abaixo o comentário que o senhor virgulino fez em minha foto,minha corporação que amo,e olhem que nem candidato tenho,vejam como os seguidores de Dilma parecem enfurecidos,isso me causa um certo medo do nosso futuro.


Virgolino®¹³:
Já estão desarmados...com o SERRA então..nem tonfa nem faquinha nem nada!! BOA SORTE!

gcm chama marcha prá Brasilia de "marcha da maconha"



Sempre soube que não devemos discutir assuntos que não dominamos completamente,ao notar que no meu perfil no site de relacionamento orkut havia algubs "amigos"haviam colocado fotos de divulgação politica,fiz a seguinte pergunta:


vc vai fazer campanha politica por aqui?


a pessoa abaixo respondeu:


Virgolino®¹³:
Vou fazer campanha por aki por ali e por acola....eleição se ganha assim, vc deveria fazer o mesmo!!


Respondi:


boa sorte


no qual foi minha surpresa ao ver novamente uma alfinetada


Virgolino®¹³:
E boa sorte pra vc tb se a Dilma nao ganhar!!!


Respondi de forma displicente:


Então,prá quem já teve um operario no poder, uma ex guerrilheira,ex assaltante de banco ,não será problema.


tipo,pensei que ia parar por aqui,no qual foi minha surpresa com o que li logo depois em minha pagina,trascrevi abaixo o que recebi.



Virgolino®¹³


Dono do link abaixo no orkut


http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=4853664660616756628


Nosso pais deveria era ter ORGULHO de ter tido um OPERARIO eleito DEMOCRATICAMENTE pelo POVO...NÃO é vergonha nenhuma.
Vergonha é ouvir de uma GUARDA CIVIL pensamentos faxistas e soberbos tipicos da ELITE que pouco se importa em que direção o pais vai se tornar desde que seus interesses pessoais não seja afetados....
vc tb vai na marcha da maconha?


depois disso me ajudem na resposta

Rumo a Brasilia






PROGRAMAÇÃO DA II MARCHA AZUL MARINHO Á BRASÍLIA




*07:30 horas

Chegada e Mobilização das Caravanas na Catedral

*08:00 horas

Formação dos Grupamentos por cidade/estado com bandeiras e faixas

*08:10 horas

Fala dos lideres

*08:30 horas

Entrega da Carta/Documento a mais alta autoridade

*08:40 horas

Encerramento em direção ao Plenário, MARCHA AZUL MARINHO.

*09:00 Visitas às Lideranças Partidárias.

Obs: Solicitar o Apoio a aprovação do PEC 534/02.

*10:00 Entrada para o II Seminário de Guardas Municipais e Segurança Pública, no auditório Nereu Ramos

DUAS AMIGAS

DUAS AMIGAS
A PRIMEIRA FOTO Q CONSEGUI DAS DUAS JUNTAS